top of page

Bloco emo solidário pré feriado!

No dia 29 de maio, véspera de feriado, ocorreu o evento "Bloco Emo SOS RS". Muitas bandas e DJs foram convidados para participar e engajar a causa. O evento contou com a presença de diversos artistas da cena emo, proporcionando uma noite inesquecível de música e solidariedade.



A iniciativa não visou apenas celebrar o gênero musical, mas também teve um propósito solidário. Toda a bilheteria do evento foi revertida para a campanha de Lucas, da banda Fresno, além de servir como ponto de coleta para doações de alimentos. O público respondeu com entusiasmo, mostrando que a união entre música e causas sociais pode gerar um impacto significativo.


Todos os sets foram reduzidos a meia hora, permitindo que a galera pudesse curtir todas as atrações da noite sem perder nenhum momento especial. A diversidade de bandas e DJs garantiu uma experiência dinâmica e cheia de energia.


A ideia do evento era intercalar apresentações de DJs com as bandas ao vivo, e a estratégia deu super certo. Enquanto os palcos eram montados e desmontados para as bandas, os DJs mantinham a energia da galera lá em cima, embalando o público com hits nostálgicos que marcaram a adolescência dos fãs 30+.



A abertura do evento ficou por conta da banda autoral Quarter, que, mesmo com o público ainda tímido, começou a esquentar a noite fria de São Paulo. Com seu som envolvente, a banda deu o tom perfeito para o início da festa.


Logo após, a banda Replace subiu ao palco com uma presença animou o público. O vocalista Beto Ferrari destacou-se pela intensa interação com a plateia, chegando até a descer do palco para cantar junto ao público, criando um momento inesquecível.



A terceira banda a se apresentar foi a LaGang, trazendo uma batida rítmica hardcore mesclada com vocais mais melódicos, reminiscentes de bandas como CPM 22 e Detonautas. O público estava totalmente envolvido, curtindo e dançando ao som contagiante da banda.



Nessa altura da noite, a animação do público estava em seu ápice quando Emphuria subiu ao palco, sendo a banda com a qual eu mais me identifico. Conhecidos por seus instrumentais pesados que acompanham letras profundamente reflexivas, a banda proporcionou uma experiência sonora única. A interpretação de Gui Buxini, cuja voz dá vida e alma a cada arranjo, foi um destaque à parte. Ouvir tudo isso ao vivo foi simplesmente sensacional.



Logo em seguida, as bandas covers de altíssima qualidade, Memories e InVida, agitaram a galera. Memories agitou o público com hits de Fall Out Boy, enquanto InVida fez todos vibrarem com Bring Me The Horizon e Linkin Park.



A banda autoral Descaso, com sua pegada punk repleta de letras ácidas e críticas sociais, encerrou a noite que já quase amanhecia.



A diversidade de bandas e DJs, desde os covers que animaram a galera com os hits nostálgicos até as bandas autorais que trouxeram sua própria identidade musical, proporcionou uma experiência dinâmica para o público em um evento já clássico entre o público.

Comments


bottom of page